Sobre A Constituição Do Sujeito Uma Análise Comparativa Entre A Psicologia Sócio-Histórica E A Sociologia Do Conhecimento De Berger E Luckmann – Geraldo Magela Daniel Júnior

Sobre A Constituição Do Sujeito Uma Análise Comparativa Entre A Psicologia Sócio-Histórica E A Sociologia Do Conhecimento De Berger E Luckmann – Geraldo Magela Daniel Júnior
Acessar

Resumo:

Este trabalho tratou de investigar o modo como é interpretado o processo de constituição do sujeito nas formulações dos fundadores da Psicoligia sócio-histórica (Lev S. Vigotski; Alexei N. Leontiev e Alexander R. Luria) e na Sociologia do conhecimento de Peter Berger e Thomas Luckmann. Essas duas perspectivas teóricas; apesar tomarem por pressupostos ontológicos e epistemológicos diferentes formulações filosóficas (a Psicologia sócio-histórica; o Materialismo histórico-dialético; a Sociologia de Berger e Luckmann; a Fenomenologia); chegam; não obstante; à mesma conclusão básica sobre a natureza social do sujeito. Nosso objetivo; por conseguinte; era o de identificar diferenças e convergências entre as duas perspectivas e buscar a possibilidade de uma síntese teórica entre elas; no tocante à constituição do sujeito. Ao mesmo tempo; pretendíamos analisar as implicações dessa possível síntese para a compreensão do modo de atuação da ideologia; tal como pensada por Louis Althusser e Alípio de Sousa Filho; nas sociedades humanas. Chegamos à conclusão de que muito embora incompatíveis do ponto de vista ontológico e epistemológico; é possível uma síntese entre a Psicologia sócio-histórica e a Sociologia do conhecimento de Berger e Luckmann no tocante à concepção de sociedade e à compreensão do processo de constituição do sujeito. A partir dos pressupostos filosóficos da Psicologia sócio-histórica; é possível incorporar; como enriquecimentos pontuais; a concepção de sociedade e a interpretação do processo de contituição do sujeito que fazem Berger e Luckmann. Essa síntese possível; por sua vez; quando interpretada à luz das reflexões de Althusser e Sousa Filho sobre o fenômeno da ideologia nas sociedades humanas; se constitui numa verdadeira explicitação dos dispositivos concretos pelos quais a ideologia age de modo a transformar exemplares biológicos da espécie humana em sujeitos sociais específicos.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFRN/CIÊNCIAS SOCIAIS
  • Área de Conhecimento: SOCIOLOGIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2007
  • Tamanho: 1.34 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: