Situação Socioeconômica E Condição Funcional Do Idoso De 80 Anos E Mais – Maria Noêmia Vieira Pessoa

Situação Socioeconômica E Condição Funcional Do Idoso De 80 Anos E Mais – Maria Noêmia Vieira Pessoa
Acessar

Resumo:

A pesquisa que fundamentou esta dissertação possibilitou ampliar os conhecimentos científicos propiciadores da consolidação das interfaces entre as áreas da Gerontologia e da Terapia Ocupacional. O estudo realizado teve como objetivo central analisar a situação socioeconômica e a condição funcional de idosos com 80 anos e mais e o desempenho das suas atividades cotidianas. O trabalho visou, especificamente, identificar os indicadores da realidade de vida dos sujeitos pesquisados, caracterizar suas atividades diárias, constatar o grau de autonomia e satisfação tanto no exercício das funções desempenhadas no dia a dia quanto no que se refere à qualidade de vida na velhice. Esta investigação foi desenvolvida por meio das abordagens quantitativa e qualitativa. O trabalho de campo foi realizado mediante entrevistas individuais com utilização de protocolos validados, abrangendo dez idosos selecionados aleatoriamente e provenientes de diferentes origens sociais. Para se proceder à coleta de dados, houve contatos prévios com os idosos para informá-los sobre a pesquisa e acerca da metodologia adotada, a fim de que manifestassem seu consentimento para participar das entrevistas, que foram realizadas com base na aplicação dos seguintes instrumentos: “Questionário de Qualidade de Vida SF – 36”, protocolo “Novo Critério Padrão de Classificação Econômica Brasil 2008”, “Protocolo de Avaliação de Medida de Independência Funcional”, além de roteiro semi-estruturado com questões relativas aos objetivos específicos do estudo. Os procedimentos de análise foram respaldados em categorias teóricometodológicas, definidas a partir dos dados coletados e do marco teórico de referência selecionado para esta pesquisa. Os resultados indicam, essencialmente, que idosos de diferentes situações socioeconômicas apresentam graus de independência semelhantes para realizar as atividades de vida diária, porém pôde-se apreender também que idosos de nível socioeconômico mais baixo têm rotina diária mais rica e maior satisfação quanto à qualidade de vida, se comparados aos de nível mais alto.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: PUC/SP/GERONTOLOGIA
  • Área de Conhecimento: MEDICINA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 739.16 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: