Sistemas De Cultivo De Erva-Mate: Atributos Físicos, Indicadores De Qualidade E Estoque De Carbono Num Latossolo Vermelho Aluminoférrico – Patricia Inês Carnero Palacios

Sistemas De Cultivo De Erva-Mate: Atributos Físicos, Indicadores De Qualidade E Estoque De Carbono Num Latossolo Vermelho Aluminoférrico – Patricia Inês Carnero Palacios
Acessar

Resumo:

Mudanças climáticas registradas nos últimos anos têm sido atribuídas ao aumento na concentração dos gases de efeito estufa (GEE) produzido a partir da Revolução Industrial. A existente preocupação tem gerado diversas estratégias para conter o aumento dos GEE. Assim, o seqüestro de carbono constitui uma das principais estratégias para a mitigação do aquecimento global. Dentro dos sistemas terrestres mais importantes para estocar carbono estão as florestas e os sistemas agroflorestais (SAF). No Sul do Brasil, a erva-mate constitui o componente principal de um dos SAF mais antigos e importantes da região, assim o cultivo dela é muito difundido na agricultura familiar. Além dos benefícios econômicos e sociais, o cultivo da erva apresenta potencial de seqüestro de carbono por ser uma cultura perene e estar em constante crescimento e regeneração da sua biomassa nos intervalos de colheita (Alegre et al., 2007). Neste sentido é finalidade deste trabalho avaliar o seqüestro de carbono no solo em três sistemas de produção com erva mate e em um erval nativo visando valorar o aporte deste beneficio ambiental na sustentabilidade dos sistemas. Alem disso avaliaram-se as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, para assim identificar diferenças na qualidade do solo dos sistemas de produção e determinar o melhor sistema. Quanto ao estoque total de carbono, estatisticamente não houve diferença entre os sistemas. Já quando avaliados as frações labeis de matéria orgânica, estabilidade de agregados, e quociente microbiano o erval nativo seguido do sistema arborizado apresentaram os melhores índices, refletindo a baixa sensibilidade do carbono orgânico total em refletir mudanças súbitas nos ecossistemas.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFPR/CIÊNCIAS DO SOLO
  • Área de Conhecimento: AGRONOMIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2010
  • Tamanho: 1.28 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: