Sistemas Agroflorestais Pecuários: Rumo À Construção Participativa Com O Grupo Do Pasto Em São Bonifácio, Sc – Daiane Soares Caporal

Sistemas Agroflorestais Pecuários: Rumo À Construção Participativa Com O Grupo Do Pasto Em São Bonifácio, Sc – Daiane Soares Caporal
Acessar

Resumo:

Este estudo é fruto de uma demanda de agricultores membros do Grupo do Pasto, em São Bonifácio, SC, relacionada à necessidade de incorporar o elemento arbóreo em áreas de Pastoreio Racional Voisin (PRV). Esta demanda suscitou a possibilidade de discutir a construção participativa de Sistemas Agroflorestais Pecuários (SAFPs), visando a melhoria do bem-estar dos animais e, ao mesmo tempo, o uso e a conservação de espécies nativas da Mata Atlântica. O objetivo deste trabalho é investigar a possibilidade de integração do elemento arbóreo ao sistema de produção pecuária existente nas propriedades familiares de agricultores membros do Grupo do Pasto. Para isso, são analisadas as características socioeconômicas e culturais de 12 famílias de agricultores parceiras deste estudo. É investigado também o conhecimento destes agricultores acerca das espécies arbóreas nativas da Mata Atlântica, buscando identificar possíveis espécies para compor tais sistemas. Este trabalho tem como base o enfoque teórico da Etnobotânica e da Pesquisa Participativa. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, apoiada em diversos instrumentos e procedimentos metodológicos, tais como: observação direta; entrevistas com as famílias agricultoras; turnê-guiada e oficina com agricultores. A interpretação dos dados foi realizada de maneira qualitativa, pela busca de padrões que contrastou as informações obtidas através dos diferentes instrumentos metodológicos citados, com dados apontados em um diário de campo, e com gravações e imagens realizadas por aproximadamente 17 meses de trabalho a campo. Os resultados mostram que há possibilidade de construção de tais sistemas nas propriedades familiares estudadas. Primeiro, porque a família, proprietária dos meios de produção, e a principal força de trabalho e de decisão sobre as formas de manejo dos recursos na propriedade, mantém relativa dependência destes recursos, sendo a preservação uma das preocupações apontadas. Ainda, há agricultores jovens, que dirigem as propriedades agrícolas e nela trabalham, muitos dos quais passaram a adotar uma tecnologia alternativa para a atividade pecuária, através do PRV, o que indica a possibilidade de congregar outras tecnologias alternativas. Segundo, porque os agricultores familiares possuem um saber ecológico fundamental de ser incorporado no processo de construção participativa de SAFPs. Foi possível identificar um conjunto de espécies nativas da Mata Atlântica com potencial de uso como recursos florestais madeireiros e não-madeireiros, permitindo a sua reintrodução e conservação em propriedades agrícolas familiares. Como processo, este trabalho permitiu experimentar diferentes tipos de participação, tendo, a Etnobotânica papel primordial para a incorporação do saber relativo às plantas no debate acerca dos SAFPs, o que possibilitou revelar um conhecimento, transmitido através das gerações e compartilhá-lo com o grupo. No que diz respeito aos desenhos de Sistemas Agroflorestais Pecuários, desde a seleção de espécies até a formatação de arranjos para estas espécies, este trabalho mostra que é possível adotar métodos de experimentação e pesquisa participativa nas propriedades dos agricultores do Grupo do Pasto, na medida em que foi possível associar o conhecimento ecológico dos agricultores familiares ao conhecimento produzido pela academia no que diz respeito à SAFPs.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFSC/AGROECOSSISTEMAS
  • Área de Conhecimento: CIÊNCIAS AGRÁRIAS
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2007
  • Tamanho: 5.20 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: