Pablo Neruda: O “Poeta Malacólogo”: Um Diálogo Entre A Arte Literária E A Ciência À Luz Da História Da Ciência – Ilza Mendes Da Cruz

Pablo Neruda: O “Poeta Malacólogo”: Um Diálogo Entre A Arte Literária E A Ciência À Luz Da História Da Ciência – Ilza Mendes Da Cruz
Acessar

Resumo:

Pablo Neruda, além de escrever poesia e de participar da vida política do Chile, costumava colecionar os mais variados objetos, coletados nas mais diversas formas, em vários lugares por onde viajou, enquanto representante diplomático daquele país. Muitos dos objetos de sua coleção foram recebidos de amigos, outros foram encontrados na praia e outros, ainda, foram comprados. Neruda, através da poesia, esforçou-se em materializar as imagens que estava captando ao observar os seus objetos, em especial algumas conchas que faziam parte de sua coleção de caracóis (como ele mesmo identifica). Nesta dissertação, procuramos apresentar alguns aspectos relacionados à confluência entre poesia e ciência. Para tanto, buscamos comparar a descrição poética das conchas, com descrição na forma científica. A linguagem poética difere em relação à utilização das palavras porém não é menos verdadeira

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: PUC/SP/HISTÓRIA DA CIÊNCIA
  • Área de Conhecimento: HISTÓRIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2010
  • Tamanho: 1.45 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: