O Papel Da Instrução Explícita No Ensino De Estruturas Gramaticais Da L2 A Partir Da Leitura De Textos – Mônica Hogetop

O Papel Da Instrução Explícita No Ensino De Estruturas Gramaticais Da L2 A Partir Da Leitura De Textos – Mônica Hogetop
Acessar

Resumo:

Nesta pesquisa, objetivamos investigar o uso da instrução explícita pelo professor na aquisição do inglês como L2, em contexto de sala de aula de língua estrangeira, particularmente na aprendizagem da voz passiva. A voz passiva é considerada uma construção complexa de baixa freqüência na língua oral, mais característica da língua escrita formal tanto em português quanto em inglês. Neste estudo, a preocupação em relação ao papel da instrução explícita na aprendizagem de estruturas lingüísticas da língua inglesa, especialmente daquelas de difícil aprendizagem por falantes de português, visa a desenvolver as habilidades de leitura dos aprendizes. Os dados da pesquisa foram coletados junto a alunos de Ensino Médio de uma escola particular. A análise dos dados foi tanto quantitativa (mediante a aplicação de testes de desempenho) quanto qualitativa (considerando-se entrevista com o professor e observação e aplicação de roteiros de aula). Foram comparadas duas abordagens de ensino de gramática em dois grupos distintos de alunos, a abordagem de foco na forma e a abordagem tradicional. Os dados mostram que há uma forte correlação entre o conhecimento prévio do aprendiz e o seu desempenho na aprendizagem de uma estrutura lingüística. Os dados apontam para alguns fatores de influência na aprendizagem da voz passiva, tais como: o nível de complexidade da estrutura lingüística, o conhecimento prévio dos aprendizes assim como seu estágio de evolução lingüística, sua predisposição à aprendizagem de estruturas gramaticais, o feedback de desempenho fornecido aos aprendizes e as oportunidades de prática da estrutura lingüística oferecidas aos aprendizes em momentos posteriores à sua exposição. Os resultados encontrados mostram que não podemos afirmar que uma determinada metodologia de ensino é superior a outra, sem levarmos em conta às circunstâncias de ensino/aprendizagem em que esta se insere. Portanto, com base nos dados coletados, não podemos afirmar que a instrução com foco na forma é mais eficaz que à abordagem tradicional em todos os contextos, mas sim que dependemos desses para obter resultados mais ou menos eficazes.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UNISC/LETRAS
  • Área de Conhecimento: LETRAS
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 522.07 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: