O Cuidado Familial Na Unidade De Internação Pediátrica: A Dinâmica Do Cuidado De Enfermagem À Luz De Alfred Schutz – Cassiana Silva Rossi

Acessar

Resumo:

Durante alguns anos de atuação como enfermeira pediatra em alojamento conjunto, comecei a observar o papel e a participação do familiar no cuidado prestado à criança hospitalizada. Percebi que a relação familiar/equipe de enfermagem é conflituosa. Não existe para a equipe uma clareza do papel deste familiar que, em alguns momentos, acaba realizando atribuições de enfermagem. A partir de então, surgiu o desejo de conhecer qual o significado do cuidado familial para o profissional de enfermagem e como o profissional de enfermagem inclui o cuidado familial no planejamento diário da assistência à criança hospitalizada. Este fato levou-me a estudar o assunto mais detalhadamente delimitando como objeto o significado do cuidado familial da criança hospitalizada para o profissional de enfermagem. Os objetivos foram analisar a dinâmica do cuidado nas unidades de internação pediátricas, na perspectiva dos profissionais de enfermagem e apreender o típico da ação do profissional de enfermagem quanto ao cuidado familial da criança hospitalizada. Para tanto, desenvolvi o presente estudo, que é do tipo descritivo, de natureza qualitativa, segundo o referencial teórico-metodológico da Fenomenologia Sociológica de Alfred Schutz. O cenário foi um Hospital, da rede municipal de saúde, especializado no atendimento infantil e localizado na cidade do Rio de Janeiro. Os sujeitos foram os profissionais de enfermagem de nível médio e universitário que atuam nas unidades de internação pediátricas da referida instituição. A análise das falas, obtidas através da entrevista fenomenológica, possibilitou conhecer a dinâmica do processo de cuidar, segundo as vivências dos sujeitos pesquisados. Em relação a esta dinâmica, destacou-se a hostilidade do ambiente hospitalar; o relacionamento pautado na verdade; o cuidado individualizado; o carinho ao ser humano; o conhecer o cliente; a orientação, a informação e o aconselhamento; a presença da família ajudando na recuperação e na aceitação do tratamento; a família como cliente; a dificuldade do relacionamento com a família; o familiar como fonte de informação direta; a dicotomia entre a teoria e a prática. Além da dinâmica do processo de cuidar, as falas possibilitaram identificar três categorias que emergiram do concreto vivido dos profissionais de enfermagem que cuidam de crianças hospitalizadas permitindo, assim, apreender que o profissional, em seu ato intencional de cuidar inserindo o familiar neste processo, tem como “motivo para” fazer e dar o melhor de si enfrentando a dificuldade do relacionamento com a família; cuidar com diálogo e brincadeira para contribuir com a recuperação da criança e treinar a família na perspectiva profissional. O estudo revelou que o cuidado familial da criança hospitalizada, em toda a abrangência de sua conceituação, ainda é uma realidade distante da Enfermagem Pediátrica e apontou para a necessidade de se estimular a presença do familiar e apoiar esta presença de forma inteligente e criativa.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UERJ/ENFERMAGEM
  • Área de Conhecimento: ENFERMAGEM
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2008
  • Tamanho: 1,022.54 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF:

Recomendamos para você

Abaixo você vai encontrar uma lista de livros que na nossa opinião podem ser interessantes para você.

São itens relacionados a esta oferta que você provavelmente vai gostar. Dá uma olhada! 👌

Termos relacionados

  • livro O Cuidado Familial Na Unidade De pdf
  • livro O Cuidado Familial Na Unidade De baixar
  • livro O Cuidado Familial Na Unidade De epub
  • livro O Cuidado Familial Na Unidade De comprar
  • livro O Cuidado Familial Na Unidade De online
  • livro O Cuidado Familial Na Unidade De mobi
  • livro O Cuidado Familial Na Unidade De download