O Cronista E O Cruzado: A Revivescência Do Ideal Da Cavalaria No Outono Da Idade Média Portuguesa (Século Xv) – André Luiz Bertoli

Acessar

Resumo:

Esse trabalho, desenvolvido na área de História Medieval Portuguesa, tem como fontes principais duas crônicas de Gomes Eanes de Zurara (1410-1474) e trechos do Livro da Cartuxa do rei D. Duarte (1391-1438). As obras de Zurara foram escritas no início do reinado de D. Afonso V (1432-1481) e são a Crônica da Tomada de Ceuta (1449-1450) e a Crônica de Guiné (1452-1453). Consideramos essas obras como um discurso de exaltação de nobres e definição de um modelo ideal, o que nos leva a fazer um paralelo entre elas e os “espelhos de príncipes”, que serviam como guias de comportamento para os meios aristocráticos de então. Os personagens de destaque nessa pesquisa foram o infante D. Henrique e o cronista Gomes Eanes de Zurara, cuja visão de mundo, repertório e valores transparecem no texto. O nosso principal objetivo foi, à luz do contexto histórico luso no final do medievo, analisar a construção de um ideal cavaleiresco cristão, através da representação do infante, que serviria de exemplo para toda a nobreza. As crônicas, os conselhos e o ideal a ser seguido e propagandeado pelo grupo social dominante foram escritos e direcionados para a nobreza guerreira que buscava, nesse ideal em franca decadência prática e/ou em plena reestruturação, glórias possíveis. Através da imagem de D. Henrique como o cavaleiro cristão português por excelência, buscamos compreender o conjunto de valores e as regras de comportamento que ainda regiam a nobreza portuguesa do século XV e, dessa forma, esperamos contribuir com o estudo da cultura nobiliárquica lusa dos quatrocentos. É nesse momento outonal da Idade Média que o ideal cavaleiresco é mais fortemente rememorado e readaptado pela nobreza, juntamente com a ideologia cruzadística da reconquista cristã, para legitimar posição social e justificar ações frente aos muçulmanos, como os “novos cruzados” descritos pela pena de Gomes Eanes de Zurara. Para este, D. Henrique deveria servir de exemplo a todos os outros príncipes e, também, a toda a nobreza, que deveria se espelhar no seu comportamento como cristão, cavaleiro e nobre que serviu fielmente a seu rei e recobrou a ideologia cruzadística como objetivo de vida.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFPR/HISTÓRIA
  • Área de Conhecimento: HISTÓRIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 2.47 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF:

Recomendamos para você

Abaixo você vai encontrar uma lista de livros que na nossa opinião podem ser interessantes para você.

São itens relacionados a esta oferta que você provavelmente vai gostar. Dá uma olhada! 👌

Termos relacionados

  • livro O Cronista E O Cruzado: A pdf
  • livro O Cronista E O Cruzado: A baixar
  • livro O Cronista E O Cruzado: A epub
  • livro O Cronista E O Cruzado: A comprar
  • livro O Cronista E O Cruzado: A online
  • livro O Cronista E O Cruzado: A mobi
  • livro O Cronista E O Cruzado: A download