O Banco Mundial Como Ator Político, Intelectual E Financeiro (1944-2008) – João Márcio Mendes Pereira

O Banco Mundial Como Ator Político, Intelectual E Financeiro (1944-2008) – João Márcio Mendes Pereira
Acessar

Resumo:

O foco desta pesquisa é a ação do Banco Mundial; as pressões que a modelaram e os interesses a que serviu ao longo da sua história. O trabalho se apóia empiricamente em fontes documentais do próprio Banco e em extensa literatura estrangeira. A hipótese central é de que o Banco age; desde as suas origens; como um ator político; intelectual e financeiro; e o faz devido à sua condição singular de emprestador; formulador de políticas; ator social e produtor e/ou veiculador de idéias sobre o que fazer; como fazer; quem deve fazer e para quem em matéria de desenvolvimento capitalista. Ao longo da sua história; o Banco sempre explorou a sinergia entre dinheiro; prescrições políticas e conhecimento econômico para ampliar sua influência e institucionalizar sua pauta de políticas em âmbito nacional; tanto por meio da coerção (constrangimento junto a outros financiadores e bloqueio de empréstimos) como; mais frequentemente; da persuasão (diálogo com governos e assistência técnica). A tese mostra que os atributos de poder que gradualmente deram ao Banco uma condição ímpar entre as demais organizações internacionais criadas no pós-guerra decorreram de contingências históricas; decisões institucionais e; fundamentalmente; da supremacia norteamericana. O Banco foi; em grande medida; uma criação dos Estados Unidos e a sua subida à condições de organização internacional relevante foi escorada; do ponto de vista político e financeiro; pelos EUA; que sempre foram o maior acionista e o membro mais influente. As relações com os EUA; sob a forma de apoio; injunções e críticas; foram decisivas para o crescimento e a configuração geral das políticas e práticas institucionais do Banco. Em troca; os EUA se beneficiaram largamente da ação do Banco em termos econômicos e políticos; mais do que qualquer outro grande acionista; tanto no curto como no longo prazos. As relações com o poder norte-americano foram e continuam sendo fundamentais para a definição da direção; da estrutura operacional e das formas de atuação do Banco. Por sua vez; a política norte-americana para o Banco sempre foi objeto de disputa entre interesses empresariais; financeiros; político; ideológicos e de segurança diversos; às vezes radicalmente diversos; quanto ao papel da cooperação multilateral e da assistência externa ao desenvolvimento capitalista. Com o passar do tempo; tal disputa passou a envolver um número cada vez maior e diversificado de atores políticos e econômicos; inclusive organizações não-governamentais baseadas em Washington DC e internacionais.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFF/HISTÓRIA
  • Área de Conhecimento: HISTÓRIA
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 2.31 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF:

Recomendamos para você

Abaixo você vai encontrar uma lista de livros que na nossa opinião podem ser interessantes para você.

São itens relacionados a esta oferta que você provavelmente vai gostar. Dá uma olhada! 👌

Termos relacionados

  • livro O Banco Mundial Como Ator Político, pdf
  • livro O Banco Mundial Como Ator Político, baixar
  • livro O Banco Mundial Como Ator Político, epub
  • livro O Banco Mundial Como Ator Político, comprar
  • livro O Banco Mundial Como Ator Político, online
  • livro O Banco Mundial Como Ator Político, mobi
  • livro O Banco Mundial Como Ator Político, download