Mulher Comerciária E Sindicalismo: Relações De Gênero, Relações De Poder (Um Estudo De Caso Em Belém Do Pará) – Eneida Canêdo Guimarães Dos Santos

Mulher Comerciária E Sindicalismo: Relações De Gênero, Relações De Poder (Um Estudo De Caso Em Belém Do Pará) – Eneida Canêdo Guimarães Dos Santos
Acessar

Resumo:

Esta dissertação pesquisa a participação sociopolítica das comerciárias na direção do Sindicato dos Empregados no Comércio do Pará – SEC/PA fundado em 1926. Em 1954-1956 a primeira mulher assume uma diretoria seguindo-se hiatos dessa presença; 1963-1965 participam três mulheres e novo hiato; 1972-1984, quatro sindicalistas assumem o poder. Na atualidade são oito mulheres entre dezenove diretores, ao todo 116 homens e 18 mulheres na direção. Interessa avaliar os condicionantes dessa situação, supondo-se que a sub-representação feminina deve-se às atividades extra-profissionais e ao padrão cultural sexista persistente nas instituições. Baseado na análise de gênero bidimensional de Fraser, conclui-se que a baixa presença feminina no poder sindical articula-se a fenômenos explicitados nas respostas das lideranças sobre representações dos papéis masculino/feminino desmistificando a ideologia do trabalho feminino como apoio ao masculino. Embora sendo o espaço sindical masculino e nele transitem os dois sexos, urge criar condições paritárias numa junção classe/gênero pautando na agenda sindical demandas femininas, assim gênero faz diferença.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFPA/CIÊNCIAS SOCIAIS
  • Área de Conhecimento: SOCIOLOGIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 4.62 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: