Interferência De Plantas Daninhas No Crescimento E Na Eficiência De Uso Da Água Na Cultura Do Meloeiro – Taliane Maria Da Silva Teófilo

Teses e dissertações PDF
Acessar

Resumo:

Com o objetivo de avaliar a interferência de plantas daninhas no crescimento, produção e eficiência no uso da água na cultura do melão, submetido à estratégias de manejo de plantas daninhas nos sistemas de plantio convencional e direto, conduziu se dois experimentos no campus da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, no esquema de parcelas subdivididas, distribuídas no delineamento experimental de blocos casualizados com três sistemas de manejo de plantas daninhas (cobertura do solo com filme de polietileno, com capinas e sem capinas) nos sistemas de plantio direto e convencional. No primeiro experimento foram realizadas avaliações de crescimento do meloeiro aos 0, 14, 28, 42, 56 e 62 dias após o transplantio, para as seguintes características: área foliar, índice de área foliar, massa seca de folhas, caule e frutos e as taxas de crescimento absoluto, relativo e de assimilação líquida. Por ocasião da colheita avaliou-se a massa seca de plantas daninhas. No segundo experimento, avaliou-se a produtividade do meloeiro e a eficiência no uso da água (kg de frutos por m³ de água), baseada na lâmina de água aplicada para cada tratamento, determinada pela leitura de tensiômetros instalados a 15 e 30 cm de profundidade, em cada unidade experimental. O sistema de plantio direto apresentou índices de crescimento superiores aos do sistema de plantio convencional em todas estratégias de manejo de plantas daninhas. No tratamento sem capinas o sistema de plantio direto reduziu em 86,7 e 70,9%, o acúmulo de massa seca de plantas daninhas, aos 30 dias após o transplantio e na colheita, respectivamente, em relação ao plantio convencional e a interferência destas reduziu a produtividade comercial em 100% no plantio convencional e 28,8% no plantio direto. A cobertura do solo com filme de polietileno, no plantio convencional, a palhada mais filme de polietileno e a palhada no plantio direto reduziram o consumo de água em 23% (388,8 m³/ha), 21% (363,0 m³/ha) e 13% (215,0 m³/ha), respectivamente, em relação ao tratamento com capinas no plantio convencional. Maior eficiência no uso da água foi verificada no tratamento com filme de polietileno no plantio direto (25,58 kg m-3). No tratamento sem capinas no sistema de plantio convencional, além da perda total na produtividade comercial, a interferência das plantas daninhas aumentou o consumo de água em 10%.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFERSA/FITOTECNIA
  • Área de Conhecimento: AGRONOMIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 660.14 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF:

Recomendamos para você

Abaixo você vai encontrar uma lista de livros que na nossa opinião podem ser interessantes para você.

São itens relacionados a esta oferta que você provavelmente vai gostar. Dá uma olhada! 👌

Termos relacionados

  • livro Interferência De Plantas Daninhas No Crescimento pdf
  • livro Interferência De Plantas Daninhas No Crescimento baixar
  • livro Interferência De Plantas Daninhas No Crescimento epub
  • livro Interferência De Plantas Daninhas No Crescimento comprar
  • livro Interferência De Plantas Daninhas No Crescimento online
  • livro Interferência De Plantas Daninhas No Crescimento mobi
  • livro Interferência De Plantas Daninhas No Crescimento download