Interação De Progênies De Alface Do Grupo Americano Por Épocas De Cultivo – Luiz Fernando Kenyti Hotta

Teses e dissertações PDF
Acessar

Resumo:

O objetivo do presente trabalho foi estudar a existência de interação genótipo x ambiente em alface do grupo americano; visando à seleção de progênies superiores; com adaptação geral ou específica a diferentes épocas de cultivo; em comparação com as cultivares comerciais. Os experimentos foram conduzidos na Estação Experimental de Bragança Paulista – E.E.B.P; pertencente à Sakata Seed Sudamerica Ltda; localizada no município de Bragança Paulista – SP. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso; com 3 repetições e 20 plantas por parcela. Os tratamentos foram constituídos de 44 progênies de alface do grupo americano e oito cultivares comerciais (Laurel; Lucy Brown; Manara; Rafaela; Raider; Raider Plus; Rubette e Tainá); totalizando 52 tratamentos; semeados em três épocas; julho; novembro e abril; representando os cultivos de inverno; verão e outono; respectivamente. Todas as progênies utilizadas foram originárias do programa de melhoramento de alface que vem sendo realizado na área de Melhoramento Vegetal do Departamento de Produção Vegetal; da Faculdade de Ciências Agronômicas; Campus de Botucatu – UNESP. As progênies foram obtidas por seleção em gerações segregantes de diferentes cruzamentos entre cultivares americanas no período de 2000 a 2005; encontrando-se nas gerações F6 e F7. As avaliações e as colheitas dos experimentos foram realizadas quando as cultivares atingiram o máximo crescimento vegetativo; com cabeças compactas e grandes. As características avaliadas foram: Uniformidade; porcentagem de saia; porcentagem de cabeças comerciais; massa fresca; diâmetro transversal; compacidade; cobertura das cabeças; ‘ribness’; ombro e comprimento do coração. Para as características uniformidade; compacidade; cobertura das cabeças; ‘ribness’ e ombro; foram utilizados escalas subjetivas de notas variando de 1 a 5. Os dados foram submetidos à análise conjunta visando detectar possível interação genótipos por ambientes. A metodologia empregada para as estimativas dos parâmetros de adaptabilidade e estabilidade foi a de Eberhart e Russell (1966). Concluiu-se que: • Os cultivos de outono e inverno favoreceram a produção da alface do grupo americano; • As interações de progênies por épocas de cultivo foram significativas para todas as características estudadas; e; portanto; na maioria dos casos; há necessidade de seleção de progênies diferentes para cada época de cultivo. Entretanto três progênies apresentaram ampla adaptabilidade e estabilidade para todas as épocas.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UNESP/BOT/AGRONOMIA (HORTICULTURA)
  • Área de Conhecimento: AGRONOMIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2008
  • Tamanho: 1.02 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF:

Recomendamos para você

Abaixo você vai encontrar uma lista de livros que na nossa opinião podem ser interessantes para você.

São itens relacionados a esta oferta que você provavelmente vai gostar. Dá uma olhada! 👌

Termos relacionados

  • livro Interação De Progênies De Alface Do pdf
  • livro Interação De Progênies De Alface Do baixar
  • livro Interação De Progênies De Alface Do epub
  • livro Interação De Progênies De Alface Do comprar
  • livro Interação De Progênies De Alface Do online
  • livro Interação De Progênies De Alface Do mobi
  • livro Interação De Progênies De Alface Do download