Estética Do Choque: Arte E Política Em Walter Benjamin. – Milena De Lima Travassos

Estética Do Choque: Arte E Política Em Walter Benjamin. – Milena De Lima Travassos
Acessar

Resumo:

estética do choque (Chockerlebnis) em Walter Benjamin mantém uma interação com a modernidade, no âmbito da realidade, da divisão do trabalho e do processo produtivo (Herstellungsverfahren) estendida ao cotidiano da sociedade. A análise dessa interferência da estética sobre as novas relações constitui o corpus filosófico da dissertação, que intenta situar os termos da discussão controversa sobre o declínio da aura com base no processo de desencantamento do mundo (Entzauberung der Welt) e da politização da arte. A análise utiliza-se dos conceitos de autor produtor e refuncionalização da arte (Umfunktionierung). Reflete sobre a forma de percepção que predomina na modernidade e na recepção cinematográfica: coletiva, super-estimulada, distraída, uma percepção do choque. Aborda o conceito de choque (Chockerlebnis) pondo-o em situação constelacional com outros conceitos como o de autômato ligado ao trabalho fabril, ao jogo, montagem cinematográfica, recepção tátil, experiência (Erfahrung) e vivência (Erlebnis), relacionando-os a uma nova forma de encarar a política e a ética. Avalia o estado de auto-alienação que a humanidade atingiu, e discute a utilização política e estética dos conceitos de faculdade mimética (Mimetisches Vermögen), sonho (Träume) e despertar (Erwachen) ante este estado. A experiência estética, por seu turno, representa o termo em que se explicita no autor a modificação da experiência (Erfahrung) como tal na era moderna, abrindo possibilidade para se pensar uma política adequada aos novos tempos.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UECE/FILOSOFIA
  • Área de Conhecimento: FILOSOFIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 803.62 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: