Envolvimento Do Sistema Purinérgico, Lactato E Glicose Em Insultos Do Sistema Nervoso Central – Jean Pierre Oses

Envolvimento Do Sistema Purinérgico, Lactato E Glicose Em Insultos Do Sistema Nervoso Central – Jean Pierre Oses
Acessar

Resumo:

O ATP pode influenciar diversos processos fisiológicos através dos receptores P1 e P2; controlando as concentrações de ATP e adenosina extracelulares. O ATP pode modular a liberação e/ou ligação de outros neurotransmissores. No SNC; a adenosina e guanosina atuam como importantes neuromoduladores com efeitos inibitórios sobre a atividade neuronal. A inativação da sinalização do ATP é mediada pela ação das ecto-nucleotidases. Além dos seus papéis fisiológicos; as ações extracelulares das purinas podem ser relevantes para a patogênese e a atenuação de doenças cerebrais agudas e crônicas. Epilepsia é uma doença neurológica crônica caracterizada por crises recorrentes que são expressas na forma de convulsões acompanhadas pela modificação dos circuitos límbicos e freqüentemente apresenta características neurodegenerativas. A doença de Parkinson é caracterizada por uma neurodegeneração progressiva na substantia nigra pars compacta com subseqüente redução no conteúdo de dopamina estriatal. Encefalopatia diabética é uma reconhecida complicação do diabetes não tratado; resultando em um comprometimento cognitivo acompanhado de uma modificação da função hipocampal. Nesta tese; nós observamos: i) na epilepsia; nós demonstramos um aumento nas atividades das ecto-nucleotidases e das nucleotidases solúveis em fatias hipocampais e líquor após o modelo do abrasamento com PTZ; com distinta influência nos níveis dos nucleotídeos; nucleosídeos e oxipurinas e também nos níveis de RNAm das NTPDases de hipocampo. No modelo agudo; houve um aumento nos níveis de glicose e lactato extracelulares. Além disso; houve uma diminuição na captação de [14C]-2-deoxi-D-glicose e nos níveis de glicogênio hipocampais 10 minutos após a convulsão; retornando aos níveis normais 30 minutos após a convulsão; ii) na doença de Parkinson; nossos resultados reforçam a hipótese de que as mudanças no sistema adenosinérgico contribuem para a progressão da neurodegeneração na doença de Parkinson. Além disso; pela primeira vez; as mudanças no “sistema guanosinérgico” podem também ser mediadores na progressão desta doença; e iii) no diabetes; nosso estudo oferece evidências demonstrando que o sistema de sinalização do ATP está comprometido no hipocampo de ratos tratados com STZ; um modelo experimental de diabetes mellitus tipo 1. Estas modificações podem levar a alterações na modulação da neurotransmissão e gliotransmissão; podendo contribuir para um progressivo comprometimento cognitivo induzido pelo diabetes.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFRGS/CIÊNCIAS BIOLÓGICAS (BIOQUÍMICA)
  • Área de Conhecimento: BIOQUÍMICA
  • Nível: Doutorado
  • Ano da Tese: 2008
  • Tamanho: 2.62 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: