Comportamento Dos Métodos Mehlich 1, Mehlich 3 E Resina Trocadora De Ânions Frente Ao Poder Tampão Do Solo E À Utilização De Fosfatos Naturais – Clovisson Menotti Boeira De Oliveira

Comportamento Dos Métodos Mehlich 1, Mehlich 3 E Resina Trocadora De Ânions Frente Ao Poder Tampão Do Solo E À Utilização De Fosfatos Naturais – Clovisson Menotti Boeira De Oliveira
Acessar

Resumo:

O Mehlich 1 é o método oficial recomendado pela Comissão de Química e Fertilidade do Solo (CQFS) RS / SC (1994) para análise de P; mas apresenta como principais deficiências a sensibilidade ao poder tampão do solo e a superestimação de fósforo disponível em solos com adubação com fosfatos naturais. O objetivo do trabalho foi avaliar os métodos Mehlich 1 (M1); Mehlich 3 (M3); Resina Trocadora de Ânions (RTA) em lâminas (RTAl) e RTA em esferas (RTAe) frente ao poder tampão do solo e a utilização de fosfatos naturais. Foram realizados três experimentos. Para os dois primeiros; realizados em laboratório usou-se o horizonte subsuperficial (B) de um Latossolo Bruno que constou da construção de unidades experimentais com diferentes teores de argila; tendo como base o solo com 800 g kg-1 de argila. Este solo foi misturado com diferentes quantidades de areia; constituíndo unidades experimentais com 0; 200; 400; 600 e 800 g kg-1 de argila. No primeiro experimento; nas unidades experimentais foram confeccionadas curvas de adsorção e ajuste pelos modelos de Langmuir e Freundlich. O ajuste da equação pelo modelo de Freundlich é melhor do que pelo de Langmuir e a constante “a” de Freundlich pode ser utilizada como indicador da capacidade de adsorção de fósforo no solo. Para o segundo experimento as unidades experimentais foram submetidas à aplicação de doses de fósforo (0; 100; 200; 400; 600 mg P kg-1 de solo) e incubados por 1; 30; 90 e 180 dias. Após cada incubação; as unidades experimentais foram submetidas à análise de P disponível pelos métodos M1; M3 RTAl e RTAe. Todos os métodos de extração de fósforo avaliados são sensíveis ao teor de argila e ao aumento do tempo de incubação e a interpretação dos teores de fósforo extraídos pelos métodos avaliados devem levar em conta o teor de argila do solo. A capacidade de extração de fósforo do solo foi semelhante entre os métodos Mehlich 1 e RTA em esferas. Por outro lado; a capacidade de extração do Mehlich 3 foi semelhante à RTA em Lâminas. Para o experimento três; realizado em casa de vegetação; usou-se um Cambissolo Húmico e foram testados os tratamentos pH 4;4 (natural) e pH 6;5 e as fontes de P Superfosfato triplo e Fosfato natural de Arad (FN); além da testemunha. O solo foi cultivado com milheto por 43 dias e mediu-se produção de biomassa; absorção de P e fósforo disponível no solo pelos métodos M1; M3; RTAl e RTAe. O Mehlich 3; Resina Trocadora de Ânions em Lâmina e Esferas são métodos eficientes na determinação de P no solo quando da aplicação de Fosfato natural de Arad. O Mehlich 1 é um método inadequado na determinação de P quando da aplicação de Fosfato natural de Arad

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UDESC/MANEJO DO SOLO
  • Área de Conhecimento: AGRONOMIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2010
  • Tamanho: 1.78 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: