Caracterização Do Perfil Glicêmico E Lipídico De Camundongos C57Bl/6 Knockout Para O Receptor Mas De Angiotensina-(1-7) – Janaína Félix Braga

Caracterização Do Perfil Glicêmico E Lipídico De Camundongos C57Bl/6 Knockout Para O Receptor Mas De Angiotensina-(1-7) – Janaína Félix Braga
Acessar

Resumo:

O sistema renina-angiotensina é responsável por regular as funções renais e cardiovasculares. Além disso, está envolvido em diversas funções no organismo, como na regulação do metabolismo glicêmico e lipídico. Todos os componentes deste sistema estão presentes no tecido adiposo, sendo que o peptídeo vasoconstritor, Angiotensina II, está envolvido no desenvolvimento da resistência à insulina e dislipidemia. Recentemente, estudo realizado em camundongos FVB/N knockout para o receptor Mas, foi observado que a deleção genética desse receptor produziu profundas alterações do metabolismo glicêmico e lipídico. Esses animais apresentaram aumento da massa adiposa, resistência à insulina, dislipidemia e hipertensão arterial, caracterizando-os como modelo de Síndrome Metabólica. Somando-se a isso, sabe-se que a severidade dos distúrbios metabólicos é grandemente influenciada pelo background genético. Dessa forma, o objetivo do presente estudo foi avaliar o papel do receptor Mas na regulação do metabolismo glicêmico e lipídico de camundongos C57BL/6 knockout para este receptor (KO-Mas). Para isso foram utilizados animais KO-Mas e seu controle WT com aproximadamente 10 semanas de idade. Os valores da pressão arterial (pletismografia de cauda), peso corporal e ingestão alimentar foram mensurados assim que iniciaram os experimentos. Em adição foi realizado o teste de tolerância à glicose e sensibilidade à insulina. Após anestesia intraperitoneal de ketamia/xilasina e, com os animais em jejum, os tecidos adiposos epididimal e retroperitoneal foram coletados e pesados para posterior análise. O tecido adiposo epididimal foi usado para avaliar a expressão do mRNA para o angiotensinogênio (AOG), receptor AT1, TGF-β, TNF-α e receptor de insulina e, para a expressão protéica do GLUT-4. Foram mensurados os níveis séricos de colesterol total e triglicérides e, ácidos graxos livres. E por fim, foi feito análise quantitativa das células-α das ilhotas de Langerhans produtoras de glucagon. Esses animais apresentaram redução significante do peso corporal e da massa adiposa epididimal e retroperitoneal, porém associados a uma maior ingesta alimentar (p<0,05). Além disso, os camundongos KO-Mas apresentaram aumento significativo da sensibilidade dos tecidos periféricos à ação da insulina (p<0,0001), do número de células-α produtoras de glucagon (p<0,001) e, da expressão gênica para o receptor AT1 (p<0,05) e TGF-β (p<0,05). Os níveis séricos de insulina apresentaram apenas uma tendência de redução, mas esse dado não foi significativo. Por outro lado, não foram observadas alterações nos níveis pressóricos, nos níveis glicêmicos durante o teste de tolerância à glicose e nem no perfil lipídico. Da mesma forma, a expressão gênica para o AOG, TNF-α e receptor de insulina e, a expressão protéica para o GLUT-4 não diferiram entre os animais KO-Mas e seu controle WT. Os resultados obtidos no presente estudo mostram pela primeira vez que o efeito do eixo Ang-(1-7)/Mas no controle do metabolismo glicêmico e lipídico é altamente dependente do background genético estudado. Além disso, mostramos a importância das alterações genéticas no desenvolvimento de várias doenças metabólicas e cardiovasculares.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UFMG/CIÊNCIAS BIOLÓGICAS (FISIOLOGIA E FARMACOLOGIA)
  • Área de Conhecimento: FISIOLOGIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 1.09 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: