Avaliação Das Referências Incisais Em Indivíduos Com Maloclusão De Angle Classe Ii, Divisão 1, Em Escolares De Blumenau – Sc – Carlos Renato Valim

Avaliação Das Referências Incisais Em Indivíduos Com Maloclusão De Angle Classe Ii, Divisão 1, Em Escolares De Blumenau – Sc – Carlos Renato Valim
Acessar

Resumo:

Os estudos realizados sobre as referências incisais foram abordados em indivíduos com oclusão normal, porém, são escassas as pesquisas que abordam estas referências em indivíduos com maloclusão de Classe II, divisão 1 de Angle, onde a discrepância esquelética maxilo-mandibular é uma realidade. O propósito desse trabalho foi avaliar em indivíduos com maloclusão de Classe II, divisão 1: a presença de dimorfismo sexual, valores das referências incisais 1-Jr e 1-linha AP e correlação das referências incisais 1-Jr e 1-linha AP com a discrepância ântero-posterior dos maxilares, por meio do ANB e AO-BO. A amostra foi composta por 57 crianças brasileiras, leucodermas, de ambos os gêneros, com idades entre sete e 11 anos, com maloclusão de Classe II, divisão 1 de Angle, de ambos os gêneros, dos quais 23 eram do gênero masculino e 34 do feminino, regularmente matriculadas na rede pública de ensino fundamental da cidade de Blumenau-SC. As análises empregadas para avaliação da referência incisal foram 1-Jr e 1-linha AP. Os dados obtidos foram submetidos à análise estatística, sendo que para verificação da diferença entre os gêneros, foi realizado o teste t e para correlacionar as grandezas avaliadas foi realizado o teste linear de Pearson, com nível de significância de 5%. Os resultados mostraram que: não houve dimorfismo sexual para as variáveis avaliadas, os valores médios obtidos para a grandeza cefalométrica 1-Jr foi 0,16 mm (+/- 1,93) e 1-linha AP foi de -1,49 mm (+/- 2,5), em relação ao posicionamento dos incisivos frente às grandezas cefalométricas ANB e AO-BO, não houve correlação significativa entre as grandezas ANB com 1-Jr e ANB com 1-AP, o mesmo ocorreu quando foi utilizada a grandeza AO-BO. Foi encontrada somente uma correlação negativa significativa entre a medida ANB e AO-BO.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: SLMANDIC/ODONTOLOGIA
  • Área de Conhecimento: ODONTOLOGIA
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2009
  • Tamanho: 1.57 MB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: