Alianças Estratégicas, Vantagens Competitivas E Estratégias Genéricas Do Segmento Apícola Cearense – Estudo De Caso Nas Empresas Cearenses Exportadoras De Mel Natural – Luciano Barros De Oliveira

Alianças Estratégicas, Vantagens Competitivas E Estratégias Genéricas Do Segmento Apícola Cearense – Estudo De Caso Nas Empresas Cearenses Exportadoras De Mel Natural – Luciano Barros De Oliveira
Acessar

Resumo:

A partir da década de 90 observou-se um considerável crescimento da apicultura cearense; iniciando-se; em 2001; as primeiras exportações de mel natural para o mercado externo. Não obstante haver uma ampla demanda externa; as empresas locais que exportam esse produto o fazem sob a forma a granel; sem marca própria; por imposição de seus principais compradores estrangeiros. O Estado do Ceará possui condições naturais propícias para a produção de mel orgânico; de extrema aceitação no mercado internacional. Apesar do cenário ser favorável; o segmento apícola cearense ainda enfrenta problemas de ordem interna; tais como um baixo nível tecnológico dos empreendimentos apícolas; falta de padronização do produto; baixo nível de sinergia entre seus agentes produtivos; dentre outros. Esta pesquisa teve por objetivo identificar os principais tipos de alianças estratégicas formadas pelas empresas cearenses exportadoras de mel natural; quais as estratégias genéricas que melhor se adaptam a essas empresas; bem como analisar as vantagens competitivas do segmento apícola cearense; direcionados à comercialização de mel natural no mercado externo. O referencial teórico está baseado na literatura científica que trata sobre alianças estratégicas; vantagens competitivas e estratégias genéricas; a exemplo de Yoshino e Rangan (1996); Porter (1989) e Mintzberg et al. (2000); respectivamente. Buscou-se inferir; para o caso das empresas entrevistadas; a correlação existente entre o mencionado referencial teórico e o ambiente competitivo real; no qual se encontram as empresas cearenses exportadoras de mel natural. Conclui-se que: as vantagens competitivas do segmento apícola cearense são formadas basicamente pelas condições naturais favoráveis para a produção de mel orgânico; existentes no território do Estado do Ceará; as empresas cearenses não adotam alianças estratégicas satisfatoriamente definidas; as estratégias genéricas mais adequadas às mencionadas empresas seriam diferenciação e enfoque.

Detalhes:

  • Categoria: Teses e dissertações
  • Instituição: UNIFOR/ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS
  • Área de Conhecimento: ADMINISTRAÇÃO
  • Nível: Mestrado
  • Ano da Tese: 2007
  • Tamanho: 556.20 KB
  • Fonte: Portal Domínio Público

Faça download do ebook em PDF: