Heidegger E O Nazismo Evidencias Irrefutáveis – Pensador Livre

Heidegger E O Nazismo Evidencias Irrefutáveis – Pensador Livre
Acessar

Detalhes do livro:

  • Título: Heidegger E O Nazismo Evidencias Irrefutáveis
  • Autor: Pensador Livre
  • Formatos: eBook Kindle, PDF
  • Tamanho do arquivo: 1155 KB
  • Número de páginas: 20 páginas
  • Vendido por: Amazon Serviços de Varejo do Brasil Ltda
  • Idioma: Português

Leia a sinopse:

Leitor, muita atenção:

1) Esse livro foi o mais cuidadoso e demorado que já escrevi
2) Você sabe, odeio opiniões ou palpites
3) Então, essa obra é baseada em sólidas provas. Veja algumas:

a) “Adolf Hitler foi empossado como Chanceler da Alemanha em 30 de janeiro de 1933. Heidegger foi eleito reitor da Universidade de Freiburg em 21 de abril de 1933 e assumiu o cargo no dia seguinte. Em 1 de maio, ele se juntou ao partido nazista.”

b) “Levinas também condenou o envolvimento de Heidegger com o nacional-socialismo, afirmando: “Pode-se perdoar muitos alemães, mas há alguns alemães, que é muito difícil perdoar. É difícil perdoar Heidegger”

c) Löwith (1) disse, sobre Heidegger: “ele não fez qualquer ruptura decisiva com o nazismo em 1934.
Heidegger estava disposto a entreter relações, mais profundas, entre sua filosofia e seu envolvimento político. Também ele “não deixou nenhuma dúvida sobre sua fé em Hitler”. Ainda, sempre afirmou que “seu apoio para o nacional-socialismo estava de acordo com a essência de sua filosofia”

d) em outro discurso, Heidegger afirmou: “não são proposições e ‘ideias’ que fazem as regras do ser (Sein). O Führer, sozinho, está em seu direito, e com ele, a realidade alemã presente e futura. Cada vez mais, de agora em diante, as coisas exigem sua decisão. E cada ação, sua responsabilidade. Heil Hitler!”

e) em “Sobre a essência e o conceito de natureza, história e estado”, por exemplo, Heidegger parece dar uma sanção ontológica direta a absoluto para Hitler: “a origem de toda a ação política não está em conhecimento, mas em ser. Cada Führer é um Führer, deve ser um Führer [itálico no original], em conformidade com o carimbo em seu ser, e simultaneamente, no seu viver. O desdobramento de sua essência adequada, ele entende, pensa, e coloca em ação, o que são as pessoas e o estado”.

f) na sua classe de 1934, na palestra sobre Holderlin, Heidegger é capaz de comentar que “o verdadeiro e único Führer faz um sinal, em seu ser, para o domínio [bereich, ‘Império’] dos Semideuses. Ser o Führer é ser um destino…”

4) Ainda cito, literalmente outros discursos de Heidegger e a opinião de muitos filósofos sobre ele, dentre os quais:

a) Karl Löwith, foi um filósofo alemão, um aluno de Husserl e Heidegger

b) Emmanuel Levinas foi um filósofo francês, de ascendência judaica, lituano, que é conhecido por seu trabalho relacionado com a ontologia, existencialismo, ética e filosofia judaica

c) Theodor W. Adorno foi um filósofo alemão, sociólogo e compositor, conhecido por sua teoria crítica da sociedade

d) Bertrand Arthur William Russell, foi um filósofo britânico, lógico, matemático, historiador, escritor, crítico social, ativista político e ganhador do Nobel

e) Rudolf Carnap foi um filósofo alemão que trabalhou na Europa antes de 1935 e nos Estados Unidos posteriormente

f) Víctor Farías é um historiador chileno nativo, e autor de literatura comunista. Foi aluno de Martin Heidegger, ele é talvez mais conhecido por seu livro controverso “Heidegger e o nazismo” (1987), em que concluiu que a filosofia de Heidegger é inerentemente fascista.

g) Thomas Sheehan é um Professor do departamento de estudos religiosos, na Universidade de Stanford e Professor emérito do departamento de filosofia, na “Loyola University Chicago”. Ele é conhecido por seus livros sobre Heidegger e sobre o catolicismo romano.

5) Sem mais comentários.

Faça download do resumo em PDF:

Trecho grátis:

Leia abaixo um trecho do livro Heidegger E O Nazismo Evidencias Irrefutáveis – Pensador Livre gratuitamente. Clique no botão *Leia agora para acessar o livro em uma nova aba no navegador, ou clique em *Compre na Amazon para adquirir este livro.

O site Livraria Pública apenas disponibiliza uma amostra grátis do livro "Heidegger E O Nazismo Evidencias Irrefutáveis – Pensador Livre", não violando os direitos do autor/editora.

Onde comprar este livro?

Gostou da leitura? Então considere adquirir este livro!

Veja as avaliações que este livro está recebendo

Leia as opiniões que os leitores estão escrevendo sobre este livro